São interpretações feitas a partir da comparação das posições dos planetas de movimento mais lento - Júpiter, Saturno, Urano, Netuno e Plutão - no seu Mapa Astral, com as posições planetárias do momento presente.

Eles podem durar anos e nos afetam de forma mais profunda já que o tempo de duração é maior. Porém, apesar de tratarem de aspectos mais profundos, eles não invalidam os trânsitos curtos, que tratam de aspectos mais sutis, do cotidiano.