De acordo com o astrólogo Alexey Dodsworth, autor do Mapa Astral Personare, não existe casa interceptada. O que existe é signo interceptado.


Signo interceptado é o termo dado a quando, em decorrência do nascimento ocorrer em determinadas latitudes, as casas astrológicas apresentam tamanho desigual.


Em virtude da desigualdade do tamanho das casas, pode ocorrer de um signo ficar "espremido" entre duas casas. Por isso ocorre, eventualmente, de alguém ter uma casa num signo e a casa seguinte dois signos depois.


Por exemplo: Casa 2 em Touro e Casa 3 em Câncer. Um signo é "pulado".


Este fenômeno não tem nenhum significado astrológico, embora alguns astrólogos trabalhem com suposições e conjecturas a este respeito. O Personare não lida com tais conjecturas, pois estas não constituem um consenso mínimo na comunidade astrológica.