A mandala astrológica é um círculo dividido em 12 "fatias" aproximadamente iguais. Além disso, há uma "cruz" localizada em seu centro, que são os quatro ângulos chamados de Ascendente (representa o ponto cardeal leste), o Descendente (representa o ponto cardeal oeste), o Meio do Céu (representa o ponto mais alto em relação à pessoa cujo mapa é analisado) e o Fundo do Céu, oposto ao Meio do Céu (é o que está no fundo).

 

Como se fosse uma foto do céu tirada no exato momento do seu nascimento, sua mandala registra todos os posicionamentos astrais do seu mapa.