O Personare trabalha com 24 símbolos Rúnicos. Confira abaixo a lista destes símbolos e seus respectivos significados:

Algiz

O escudo protetor: Esta runa pertence ao segundo Aett, regido pelos deuses Heimdall e Mordgud. Este Aett está associado às forças naturais que demandam enfrentamento: dificuldades que fortalecem o caráter e promovem o desenvolvimento. Algiz é um claro sinal de proteção no Oráculo rúnico.


Ansuz

A lança de Odin: Esta runa pertencente ao primeiro Aett, regido pelos deuses da fertilidade Frey e Freyja. Este Aett governa os assuntos materiais. Ansuz representa a sabedoria plena de Odin, o pai de todos os deuses do panteão nórdico. Está associada à idéia de ordem e ao poder da comunicação e da sabedoria.


Berkano

O poder do feminino sagrado: Esta runa pertence ao terceiro Aett, regido pelos deuses Tyr e Ziza. O terceiro Aett das runas se relaciona com aspectos mentais ou espirituais. Berkano é a runa que ilustra o poder do feminino, sugerindo a gestação para que as coisas brotem com beleza e vigor em nosso mundo.


Dagaz

A borboleta: Esta runa pertence ao terceiro Aett, regido pelos deuses Tyr e Ziza. Dagaz é a última Runa, aquela que fecha um ciclo, representando todo um processo de despertar para um novo estágio de consciência. A borboleta sai de seu casulo e alça vôo para a vida, pois a transformação se operou produtivamente.


Ehwaz

A runa mensageira: Esta runa pertence ao terceiro Aett, regido pelos deuses Tyr e Ziza. Ehwaz é uma força que põe as coisas em movimento, canalizando mudanças necessárias. O que estava inerte passa a agir e toda a forma de viagens, interiores ou exteriores, podem ocorrer.


Eihwaz

A árvore da vida: Esta runa pertence ao segundo Aett, regido pelos deuses Heimdall e Mordgud. Eihwaz representa a força capaz de ultrapassar limites, a reação aos obstáculos que impedem o livre desenvolvimento. Resistência contra adversidades é a marca registrada desta poderosa runa.


Fehu

O fogo do dragão: Esta runa pertence ao primeiro Aett, regido pelos deuses da fertilidade Frey e Freyja. Fehu representa a capacidade de exercer o poder, canalizando-o na direção da auto-realização material. Esta realização material desencadeia uma riqueza que circula e se distribui, melhorando o mundo circundante.


Gebo

A aliança: Esta runa pertence ao primeiro Aett, regido pelos deuses da fertilidade Frey e Freyja. A imagem de Gebo é uma aliança, um elo que une os seres, permitindo todas as formas de troca. Sua natureza é geralmente positiva. Ao emergir do Oráculo, Gebo sinaliza o tema relacionamentos.


Hagalaz

Os cristais de gelo: Esta runa pertence ao segundo Aett, regido pelos deuses Heimdall e Mordgud. Hagalaz faz parte do primeiro trio rúnico do segundo Aett, sugerindo bloqueios, impedimentos e revezes que surgem por conta das condições ambientais mais do que por conta de atos pessoais.


Ingwaz

O Anel encantado: Esta runa pertence ao terceiro Aett, regido pelos deuses Tyr e Ziza. Ingwaz é o símbolo de um novo começo, e carrega consigo o potencial vibrante das realizações e desenvolvimentos. Um ciclo se fecha, e outro se inicia logo em seguida!


Isa

O cajado de gelo: Esta runa pertence ao segundo Aett, regido pelos deuses Heimdall e Mordgud. Isa é uma das runas que representam as forças gélidas da natureza e sugere obstrução e temporário congelamento dos planos. Impedimentos temporários e recuos são uma marca registrada desta runa.


Jera

A colheita: Esta runa pertence ao segundo Aett, regido pelos deuses Heimdall e Mordgud. Jera traduz em si a idéia de colheita. Tudo depende do que foi semeado. Os que temem a colheita são os que sabem que nada plantaram. Os que sabem que cumpriram sua parte vêem-se seguros em seus empreendimentos.


Kenaz

O portal: Este runa pertence ao primeiro Aett, regido pelos deuses da fertilidade Frey e Freyja. Este Aett é um dos melhores para uma questão de natureza financeira, pois governa os assuntos materiais. Ela representa uma tocha que dá fim à escuridão, sugerindo, portanto, como qualidade principal, o poder do renascimento.


Laguz

O cálice da lua: Esta runa pertence ao terceiro Aett, regido pelos deuses Tyr e Ziza. Laguz representa a abertura dos canais intuitivos em sua forma máxima, fazendo valer uma sensibilidade especia lque pode ser muito útil nos objetivos práticos, profissionais.


Manaz

A runa da humanidade: Esta runa pertence ao terceiro Aett, regido pelos deuses Tyr e Ziza. Na tradição rúnica, Mannaz é chamada de runa da humanidade, se referindo à semente divina que habita o coração de todos os homens e mulheres. É, portanto, um sinal de grande poder numa consulta ao Oráculo!


Naudhiz

O impedimento: Esta runa pertence ao segundo Aett, regido pelos deuses Heimdall e Mordgud. Naudhiz, especificamente, se refere a restrições temporárias que se fazem necessárias, a fim de que algumas coisas sejam devidamente amadurecidas. Bloqueios muitas vezes têm por função simplesmente possibilitar que os desejos pessoais sejam lapidados.


Oyhala

A honra do guerreiro: Esta runa pertence ao terceiro Aett, regido pelos deuses Tyr e Ziza. Othala é a última das runas do sistema chamado Futhark Antigo, e tem significados altamente positivos: a estrutura sólida de um ninho de poder, com a clara consciência de quem se é e do que é possível fazer com os recursos disponíveis.


Perdho

A teia cósmica: Esta runa pertence ao segundo Aett, regido pelos deuses Heimdall e Mordgud. Perdhro representa a teia cósmica que une todos os seres, manifestando-se na forma de coincidências positivas que abrem oportunidades materiais válidas.


Raidho

A carruagem solar: Esta runa pertence ao primeiro Aett, regido pelos deuses da fertilidade Frey e Freyja. A imagem associada a Raidho é a do próprio Sol sendo conduzido por uma carruagem flamejante. Associa-se, portanto, à idéia positiva de saber conduzir as coisas para metas objetivas. Esta é a runa do movimento, do avanço, dos passos corretos.


Sowilo

O sol: Esta runa pertence ao segundo Aett, regido pelos deuses Heimdall e Mordgud. Sowilo é a última runa do segundo Aett e, portanto, representa as forças da luz que vencem a escuridão. A regeneração ocorre após uma fase difícil em que as trevas reinaram. O Sol sempre brilha após a noite mais escura.


Thurisaz

O martelo de Thor: Esta runa pertence ao primeiro Aett, regido pelos deuses da fertilidade Frey e Freyja. Ela está associada à capacidade de combate, a uma postura destemida diante da existência, disposta a enfrentar as adversidades. O poder de Thurisaz destroça o que não serve mais, deixando o campo aberto para que o novo possa finalmente brotar.


Tiwaz

Raio e trovão: Esta runa pertence ao terceiro Aett, regido pelos deuses Tyr e Ziza. Tiwaz é a runa da justiça, sugerindo a justa recompensa por conta de atitudes éticas. A ultrapassagem dos obstáculos se dá pela coragem e por atitudes corretas, morais e éticas.


Uruz

O cinturão de Thor: Esta runa pertence ao primeiro Aett, regido pelos deuses da fertilidade Frey e Freyja. Uruz é a runa do vigor e traduz a idéia de solidez, consistência, tenacidade. É como se você se tornasse firme como um carvalho. Há progresso, e este decorre da força de vontade e da capacidade de persistir num objetivo específico.


Wunjo

A barca dos deuses: Esta runa pertence ao primeiro Aett, regido pelos deuses da fertilidade Frey e Freyja. Por sua própria natureza, Wunjo é uma das runas mais bonitas e prósperas, pois representa a realização de desejos. A imagem aqui é a de uma barca repleta de bons deuses que distribuem fertilidade e abundância ao mundo.