O especialista em Astrologia responsável pelas análises que você encontra no Personare, Alexey Dodsworth, utiliza a Regra de Cardan. Essa regra diz que quando um planeta se encontra no último quinto de uma casa, deve ser considerado na casa seguinte.

Dessa forma, uma pessoa pode ter a Lua – por exemplo – no último quinto da Casa 4, mas a ação do astro será sobre a Casa 5. A Regra de Cardan é utilizada pela maioria dos astrólogos e segue um pressuposto lógico: se um astro está no final de uma casa, então ele está em conjunção ao início da seguinte.

Além disso, a questão da hora de nascimento certa deve ser considerada. Em geral, os horários informados nas certidões de nascimento correspondem a um período posterior em minutos ao horário de nascimento real. Isso significa que, se a pessoa nasceu alguns minutos antes do registrado no documento, então os planetas estarão obrigatoriamente “mais adiante” no Mapa Astral, o que justifica mais ainda a aplicação da Regra de Cardan.

Para saber mais a respeito desse assunto, indicamos a leitura de um dos nossos artigos, “Os aforismos de Cardan”, disponível em: http://www.personare.com.br/os-aforismos-de-cardan-m1913